A força da academia

Mantemos uma estreita colaboração com o grupo de pesquisa Ciências Cognitivas e Tecnologia Educacional. Alunos de mestrado e doutorado desse grupo realizam pesquisas envolvendo o Openredu. O temas vão de gamificação à análise de dados de colaboração, passando uma uma ampla gama de tópicos atuais de pesquisa. As teses, dissertações, monografias e artigos sobre o Openredu estão disponíveis no Scribd do CCTE.

Os primeiros estudos ajudaram a delinear as primeiras funcionalidades do ambiente de aprendizagem. Esse primeiro estudo versava sobre a habilidade de autorregulação da aprendizagem:

MELO, Cássio de Albuquerque. Scaffolding of self-regulated learning in social networking. 2010. 132f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Computação)–Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife.Acesse aqui

As referências correspondem a estudos que permitiram conceber, evoluir e avaliar o uso do Openredu ao longo dos anos. Alguns estudos foram realizados com o Openredu em operação:

LIMA, Luiz Claudeivan Cruz. Análise das práticas docentes de planejamento e mediação em redes sociais no ensino médio. 2011. 132f. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciência da Computação)–Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife. Acesse aqui

de ABREU, João Alberto Brito. Análise das práticas de aprendizagem colaborativas em Redes Sociais virtuais no ensino médio. 2011. 132f. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciência da Computação)–Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife.Acesse aqui

BEZERRA JR., Elias Vidal. Análise da efetividade da prática docente no processo de ensino de programação orientada a objeto mediado por meio de rede social educativa. 2011. 132f. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciência da Computação)–Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife. Acesse aqui

de SOUZA, Flávia Veloso. Estratégias de autorregulação de aprendizagem mediado por ferramentas de schedulling em uma plataforma social educacional. 2012. 132f. Tese (Doutorado em Ciência da Computação)–Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife.Acesse aqui

Aplicação mobile e API

Quem desejar usar o código para criar outras aplicações de mobile learning, podem dispor do código em: https://github.com/Openredu/mobile.

A documentação da API do Openredu encontra-se em: http://developers.openredu.org

Outras colaborações e repositórios

 

 

 

 

O processo de criação iniciou com este trabalho:

SANTOS, Hugo Lima. Design de interação para distância transacional por dispositivos móveis. Monografia de conclusão de curso, Centro de Informática da UFPE, 2011. Acesse aqui

SILVA, Helder. Auto-regulação em empresas: Uma ferramenta de e-learning, Monografia de conclusão de curso, Centro de Informática da UFPE, 2011.

DINIZ, Paulo Otávio Dantas. Distância transacional em plataforma social móvel de ensino. Monografia de conclusão de curso, Centro de Informática da UFPE, 2012. Acesse aqui

de OLIVEIRA Alice Lucena Cavalcanti. Mobile Learning: Suporte na criação de cenários de aprendizagem fora do contexto escolar, Monografia de conclusão de curso, Centro de Informática da UFPE, 2012.